Diário de Viagem a Fes

PRIMEIRAS IMPRESSÕES
Primeira experiência e grande choque. Tudo tão diferente a apenas hora e meia de Lisboa.
FES
Fes é uma das cidades imperiais de Marrocos (com Marrakech, Rabat e Meknes), é uma das maiores do país. Já foi capital de Marrocos e é onde se encontra a maior universidade do mundo ainda em funcionamento – alegadamente. É considerada a capital cultural do país (a capital capital é Rabat).
CONDUZIR EM FES
Sabem o que era giro? Era por exemplo haver regras de trânsito lá. E estão sempre a buzinar. Basicamente parecem condutores de táxis quando têm um uber à frente. Uber ou outro carro qualquer.
MELHOR VISTA DA CIDADE
Borj Nord – onde tenho a foto – é a melhor vista da cidade. Tshirt de Hollywood é para vos enganar, mas não havia tshirt de Marrocos na primark.
FES EL-BALI
É o nome dado à medina, que é património da UNESCO. Basicamente é um labirinto de ruas justas onde podemos ver muita coisa, em que a maior parte não estamos habituados. É um mundo totalmente à parte. Houve algumas coisas que eu vi que não me vou esquecer tão rápido – por muito que queira. Vão-se perder, ok? O próprio Google Maps estava a desistir. Mas ao mesmo tempo deixem-se levar pela experiência, que não a vão ter em mais lado nenhum.
MAPAS OFFLINE
Em Marrocos usem a opção do Google Maps para poder consultar os mapas offline, vai ajudar-vos se não tiverem comprado um cartão lá.
CURTUMES DE FES (CHOUARA TANNERY)
Aqui é o local onde se processa o couro e se tinge as peles. É uma das vistas mais famosas de Fes. “Então basta ir tranquilo para lá e ver?” Não não. O cheiro é suficiente para vos deixar mal disposto até 2048. Levem algo a proteger o nariz ou então levem alguma erva – por exemplo folhas de menta – para atenuar.
MADRAÇA BU INANIA
Parece que estou a falar criolo mas não. Localizada a meio da Medina ninguém dá nada por ela porque tem um exterior normal, mas o interior é muito bonito. Aconselho muito a visita. 

Pontos Positivos

O contacto com uma cultura tão diferente. Não sendo sempre fácil é uma experiência inesquecível.

Pontos Negativos

Os marroquinos querem sempre tirar proveito dos turistas e acabam por ser chatos e não respeitar um "não".

 

——————————

Gostaste do post?
Segue-me no Insta. Por cada novo seguidor um golfinho na Austrália vai sorrir.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Paulo Ricardo Oliveira (@coisoetal) on

Também podes (e deves) comentar e partilhar: