Diário da Viagem a Florença

“Podias ter só postado a foto da vista sem apareceres, tinha sido muito melhor”
Sinceramente, nem vou refutar porque acho que têm razão mas organizei o meu dia em Florença de forma a estar no miradouro durante a Golden Hour e portanto mereci esta foto. 

A foto foi na Piazzale Michelangelo e é de longe a melhor vista da cidade.

Sabem quando alguém diz “Pá, vais adorar esta história, é hilariante”? Eu não gosto disso porque me mete sob pressão. Então e se não gostar da história e não achar hilariante? Será que se passa algo de errado comigo?
Bom, tinha essa situação com Florença. Toda a gente dizia que era uma cidade absolutamente incrível e eu estava algo nervoso com isso. E se for só uma cidade banal?
Não é. É absolutamente incrível.

ONDE COMER

Vou começar já à bruta a falar de comida – A Osteria All’antico Vinaio foi das melhores cenas que comi em Itália, é barato e super bom, acho que está na lei lá ir quando se vai a Florença. E na mesma rua há a gelataria dei Neri para comer aquele gelado de sobremesa (mas há muitas mais, vejam no tripadvisor). Há sabores para todos os gostos, mas eu gosto dos mais simples – aliás sou muito alvo de bullying com gelados: “Então eles aqui têm centenas de sabores, podias ter pedido stracciatela de nutella com queijo de cabra ou manteiga de amendoim com whisky e cominhos e vais escolher só morango e chocolate?”. Entendo, mas sou muito conservador em gelados. Sei que gosto destas e sabe-me bem.
Para comer também têm lá perto o Mercado Central – Parecido com o mercado Time Out de Lisboa.

LEATHER MARKETS

Florença é uma cidade rica em fabrico de Couro e há lá vários mercados disso. Antes de comprarem vejam bem tudo e depois devem regatear os preços! Imaginem que estão em Marrocos mas com os intestinos em melhor estado.

SUGESTÕES PARA VISITAR

Há várias coisas que é obrigatório visitar em Florença:

– A Praça do Duomo que é a mais famosa e onde está a Catedral Santa Maria del Fiore. É muito complicado falharem isto porque é muito central e é um monumento imponente. Se querem subir lá acima não façam como o Ezio (referência obrigatória a Assassin’s Creed) e comprem bilhetes online com antecedência para evitar filas.

– A Piazza Della Signoria tem imensa coisa: O Palazzio Vechio, Uma réplica do David (a estátua do Michelangelo, não o meu colega de escola), a fonte de Neptuno e A Logia del Lanzi (gostam como eu digo os nomes originais como se falasse italiano desde criança?) – que é um pequeno museu ao ar livre com várias esculturas.

– Tal como Verona, Florença também tem uma ‘Ponte Vecchia’, é um dos símbolos de Florença, muito bonita e é famosa pelas lojas que vendem ouro – onde não comprei nada porque senti que os outros turistas estavam a precisar mais do que eu.

– Há também a Igreja de Santa Croce, as pessoas que a visitam estão sempre em forma porque fazem CroceFit.
Não estou orgulhoso da piada mas também não estou arrependido. Vocês é que me seguem, é lidar.

TRADIÇÃO EM FLORENÇA 

Há um Javali de bronze ao pé do “Mercato Nuovo” (um mercado aberto onde se vende imensa coisa) que como é óbvio tem mais uma tradição. Consiste em passar uma moeda no focinho do Javali e se a moeda depois cair pela grade temos boa sorte para regressar a Florença. Eu gosto desta porque envolve Skill, tem também de se dar um toque de basket e acertar na grade. Eu aprecio quando se envolve talento com tradições. Por exemplo, nas 12 passas do fim de ano. Não era mais giro eu tentar acertar uma a uma na boca de alguém e depois essa pessoa fazer o mesmo comigo? Ou então com Guylian no Natal.
Bom, eu gosto da ideia, mas sabem como é que o Javali me podia ajudar a voltar a Florença? Era dar-me dinheiro em vez de me ficar lá com uma moeda.
Ainda assim muito melhor do que em Verona ou Milão, que temos de tocar na mama da Julieta ou rodopiar nos testículos de um touro.

 

Então e o pénis do David?
Nunca pensei começar assim nenhuma frase, mas também nunca pensei acabar uma a dizer “rodopiar nos testículos de um touro”.

DAVID DE MICHELANGELO

Tem piada porque toda a estátua está feita com um detalhe incrivel mas depois o Michelangelo chegou ao pénis e pensou “Então estou a fazer isto há 2 anos e agora vou passar mais uma semana a fazer uma pila?”. Diz-se que a estátua demonstrava o medo que David tinha antes do combate com Golias. Se ficava assim com um combatezinho, imagino como ficaria se andasse de comboio à noite na linha de Sintra.
Devia ser medo e também frio não é? Mas tranquilo David, acontece a todos os heróis bíblicos.
Mas pronto – Chega de falar de pénis? Chega pois.

ARTE EM FLORENÇA
Florença é uma cidade rica em arte. Foi onde Dante nasceu e Michelangelo cresceu! 

Há muita coisa que vale a pena ver aqui:

– Mesmo ao pé do Palazzo Vechio há uma galeria de esculturas ao ar livre (Logia del Lanzi), a entrada é gratuita e tem umas escadas onde muita gente aproveita para se sentar e dar aquele chill básico.

– No lado direito da fachada desse Palácio têm uma pedra esculpida por Michelangelo (lanço o desafio de a descobrirem), chama-se “O Chato” e supostamente foi numa conversa que ele teve com uma pessoa que achava aborrecida. Ao mesmo tempo que falava com esse senhor esculpiu, pelas costas, a cara dele nessa pedra do Palácio.
Actualmente, é mais simples, fingimos só que recebemos uma mensagem importante e vamos embora.

– Aí existe uma réplica do David mas na Galleria Dell’Accademia é onde está a estátua com o tamanho real (tamanho real em altura só, o resto é igual) – comprem bilhetes antecipadamente porque enche bem aquilo. Infelizmente não consegui lá ir precisamente por isso.

– O Museu Uffizi é um dos mais conhecidos museus do mundo com muitas obras do renascimento e de autores famosos. Tem pinturas de Boticelli e de Da Vinci, Michelangelo e Rafael. Basicamente das tartarugas ninja quase todas.


Só para terminar com uma explicação sobre o David, a Antiga Grécia influenciou muita da arte na altura e lá o ideal da beleza masculina era um pénis pequeno.
Portanto meninas, se no Tinder algum homem disser que é um Deus grego desconfiem.

 

——————————

Gostaste do post?
Segue-me no Insta. Por cada novo seguidor um golfinho na Austrália vai sorrir.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Paulo Ricardo Oliveira (@coisoetal) on

Também podes (e deves) comentar e partilhar: