Diário da Viagem a Milão

Tive muito azar em Milão porque:
– Choveu o tempo inteiro,
– O Museu da ciência e tecnologia Da Vinci estava fechado (estava fechado para obras que já acabaram)
– O restaurante que me tinham aconselhado estava fechado nesse dia
– Não consegui ir ao topo do Duomo (estava muita chuva mas se não estiver vão, que deve ser uma vista incrivel)
– O museu que tinha a pintura da Última Ceia de Leonardo da Vinci já só tinha vaga para o fim do dia (Convento Santa Maria Delle Grazie: façam marcação o quanto antes).
Acho que a minha experiência com a cidade teria sido melhor se tivesse conseguido fazer tudo isso que queria

PONTOS POSITIVOS

Ainda assim, gosto de ver sempre os lados positivos.

– O Duomo é deslumbrante por fora e por dentro (às vezes parece que estamos na praça do Rossio porque em frente tem mesmo muitos pombos) 
– A estação central de Milão é uma das mais bonitas da Europa
– A Galeria Vittorio Emanuele é muito bonita.

TRADIÇÃO NA GALERIA 

Tem outra tradição absurda:
procurem no chão o brasão da cidade de Turim, coloquem o calcanhar direito nos testículos do touro e girem 3 vezes.
Não sei se é pior isso ou agarrar na mama da Julieta.
Tem piada porque é o local mais luxuoso da cidade e tem milhares de turistas lá a meter o pé nos genitais de um touro.

MELHOR HOSTEL

O Ostello Bello onde fiquei foi um dos melhores hostels da viagem e é mesmo ao lado da estação, senti-me bastante seguro a andar pela cidade e no metro e o passeio foi bastante agradável – ainda que Milão, para mim, não esteja ao nível de outras cidades que conheci em Itália.

CAPITAL DA MODA

Os italianos (e principalmente as italianas) têm imensa classe e estilo, em Milão especialmente talvez por ser uma capital da moda. Quase me senti mal por ter a mesma roupa desde a semana anterior.


De resto, ouvi tantas vezes dizerem “prego”, que não sabia se estava em Itália ou numa roulotte na 2ª circular.

 

——————————

Gostaste do post?
Segue-me no Insta. Por cada novo seguidor um golfinho na Austrália vai sorrir.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Paulo Ricardo Oliveira (@coisoetal) on

Também podes (e deves) comentar e partilhar: